Fajã da Caldeira do Santo Cristo

Graciosa

Galardões da ilha da Graciosa
NATUREZA

A ilha Branca

A ilha Graciosa, classificada pela UNESCO como Reserva da Biosfera, é a segunda mais pequena do arquipélago e é também a de relevos menos imponentes, com várias zonas aplanadas e serras suaves. Pedras Brancas, Serra Branca ou Barro Branco são topónimos da ilha que estão relacionados com a presença de uma rocha vulcânica, o traquito, comum na ilha e que uma vez alterado, apodrecido pelo passar dos tempos, adquire uma coloração esbranquiçada, que faz jus à designação Ilha Branca.

O casario das quatro freguesias do único concelho da ilha dispõe-se, quer ao longo do litoral, quer pelo interior da Graciosa, uma característica sui generis da ocupação do território insular, com profundo impacto na humanização da paisagem graciosense.

Paisagens Vulcânicas

A Caldeira da Graciosa é o elemento paisagístico mais emblemático da ilha e corresponde a uma depressão de colapso de forma elíptica, com diâmetros de 1,6 e 0,8 quilómetros e cerca de 270 m de profundidade. Esta depressão está implantada no topo do vulcão da Caldeira, o mais pequeno edifício vulcânico central existente nos Açores. A subida à Furna da Maria Encantada ou a entrada na caldeira pelo túnel que lhe dá acesso permitem uma panorâmica de toda a depressão e da abundante e pujante vegetação plantada pelo Homem: criptomérias, acácias, pinheiros e incensos cobrem a quase totalidade das paredes da caldeira e contrastam com a vegetação de outras áreas da ilha.

No interior da Caldeira está uma imponente cavidade vulcânica, a Furna do Enxofre. Comunicando com o exterior através de duas grandes fendas, a Furna do Enxofre é uma cavidade em abóbada perfeita, com cerca de 40 m de altura na sua parte central. O acesso ao seu interior faz-se através de uma torre edificada no início do século XX, com uma escadaria em caracol, de 183 degraus. A “catedral” das cavidades vulcânicas dos Açores possui um lago de água fria e uma fumarola com lama, responsável pelo cheiro a enxofre, que remete para a designação desta cavidade e recorda a sua origem vulcânica.

Por seu turno, a Caldeirinha de Pêro Botelho corresponde ao único algar vulcânico existente na ilha, com cerca de 37 m de profundidade. Explorado pela primeira vez em 1964 pela Associação “Os Montanheiros”, este profundo buraco permite recriar uma viagem de Júlio Verne ao interior da Terra, mas apenas recomendada a exploradores experimentados e providos do equipamento necessário.

O Pico Timão é um dos maiores cones de escórias da ilha Graciosa e junto com a Ponta Lagoa – a Rochela está ligado à última erupção vulcânica ocorrida na ilha Graciosa, há aproximadamente 2.000 anos atrás.

Orla Costeira

O litoral rochoso e recortado da ilha é generoso em paisagens únicas. As altas e escarpadas arribas da Serra Branca e da Ponta da Restinga contrastam com a costa pouco elevada das baías da Vitória, da Folga e da Barra ou de Porto Afonso, e merecem uma atenção especial. O Ilhéu da Praia, fronteiriço ao único areal da ilha, sobressai do azul-marinho pelo verde que cobre a sua superfície e recebe a classificação de Zona de Protecção Especial, pois está na rota do painho-das-tempestades-de-monteiro, a única ave marinha endémica dos Açores.

O Farol da Ponta da Barca possui a torre mais alta entre todos os faróis existentes nos Açores e permite uma vista deslumbrante do azul do Oceano Atlântico e de um pequeno ilhéu rochoso esculpido pela força do mar. A luminosidade do pôr-do-sol reforça a natureza surreal do Ilhéu da Baleia, autêntico símbolo da ilha Graciosa e de todo um arquipélago transformado em santuário de cetáceos.

.

 

GEOGRAFIA

Os 12,5 quilómetros de comprimento e 7 quilómetros de largura máxima da ilha Graciosa conferem-lhe uma forma alongada de Noroeste para Sudeste. Os 4 391 habitantes (dados de 2011) espalham-se pelos 60,66 kmque constituem a superfície da ilha. É a ilha mais a Norte das cinco que compõem o Grupo Central do arquipélago dos Açores e a ilha mais próxima é a de São Jorge, a 37 km de distância. O ponto mais elevado da ilha Graciosa situa-se no bordo sul da Caldeira da Graciosa aos 405 m de altitude, nas coordenadas 39º 01' 18. 165" de latitude norte e 27º 58'00.29" de longitude oeste. 

veja os trilhos da ilha